sábado, 26 de junho de 2010


NAS ÁGUAS DO AMOR
Texto de Aluísio Cavalcante Jr.



Quero um amor que me tire do chão,

Que seja a letra da minha canção.


Que seja um barco calmo a navegar,

Nas águas suaves que fazem meu mar...


Quero um amor que me prenda ao chão,

Que em minhas letras se faça canção.


Onde o meu barco possa navegar.

Nas águas suaves que fazem seu mar...




___________________________________________________





A HISTÓRIA DO TEXTO





A idéia deste poema nasceu de uma pergunta

que raramente nos fazemos:

Até que ponto queremos dedicar nossa vida, para fazer alguém feliz?

Geralmente desejamos alguém que nos faça feliz,

mas amor nenhum sobrevive assim.








84 comentários:

  1. Lindo demais amigo.....puro, sincero, adorei!!!
    Estou de volta aos blogs viu?Quando puder me visite......sinto saudade.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Meu querido amigo
    Muito belo poema, sentido e verdadeiro.

    Beijinhos
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  3. Aluísio, poeta, amado!
    Em tempos de tanto egocentrismo é difícil encontrar pessoas assim...mas não impossível. No dia 03/06 numa reunião de trabalho, ouvi assim: "do verdadeiro amor nunca estão ausentes a abnegação e o sacrifício". Confesso que, do que se tratava, foram 16 anos de muita abnegação e eu creio que, quando doação passa a ser sacrifício, deixa de sê-la!
    Beijuuss n.c.

    www.toforatodentro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Meu querido amigo
    Lindíssimo, este seu poema.
    Querer amar alguém assim, é saber o que é amar.
    O desejar ser amado, só, não chega.
    Gostei imenso. Parabéns.
    Beijinhos
    A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  5. ALUÍSIO CAVALCANTI: você ,meu querido, quer o impossível:quer O PERFEITO AMOR!
    Será possível almejar tanto?
    BJS DE
    LUSIBERO

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Aluísio, acho que todos nós queremos um amor assim...
    O complicador é quem quer deixar-se amar assim?
    Em geral, as pessoas tem medo do amor, e ao saber-se amado, foge desesperado, tamanho o terror que po amor provoca...

    Desolador... Sei lá... Talvez seja o momento que estou vivendo...rs

    O poema é belíssimo!


    Beijos meus!

    ResponderExcluir
  8. "Até que ponto queremos dedicar nossa vida, para fazer alguém feliz?

    Geralmente desejamos alguém que nos faça feliz,

    mas amor nenhum sobrevive assim."


    não precisa nem comentar ne!? és um sábio

    ResponderExcluir
  9. Olá, Aluízio, como sempre seus poemas me encantam,

    "Geralmente desejamos alguém que nos faça feliz,

    mas amor nenhum sobrevive assim." Faço minha suas palavras. Essa é uma lição que geralmente só aprendemos com o tempo. Essa lição eu aprendi. Espero sua visita nos meus blogs. Agurdo vc. Bjos!!

    ResponderExcluir
  10. Arriscar-se nos mares tem dessas ... nem sempre são calmos, nem sempre são tumultuados. O importante é a embarcação manter-se inteira. O silêncio faz parte da trajetória... Muitas vezes expressa e inspira mais que palavras.

    BeijooO*

    ResponderExcluir
  11. Boa noite é um poema soberbo, e o texto acho muito interessante, é sempre agradavel saber o que levou o poeta a escrever este ou aquele tema.

    Parabéns!

    Beijinhos,
    Ana Martins
    Ave Sem Asas

    ResponderExcluir
  12. Bastou-me o 1º verso:
    "quero um amor que me tire do chão".

    abraço

    ResponderExcluir
  13. O amor é muito amplo em todos os sentidos...
    É um sentimento tão simples, mas tão cheio de sacrifícios...
    Porque será que o amor sempre vem acompanhado de sofrimentos?
    É tão bom querer fazer alguém feliz... mas sempre queremos que esse alguém também nos faça feliz...
    O que faz o amor é a reciprocidade...

    Lindo poema!
    Adoro Ler-te!
    Bjos e uma linda noite de paz!

    ResponderExcluir
  14. Tb quero um Amor assim...

    Hoje seu blog é um dos indicados por mim lá no meu blog.

    Obrigado pela sua presença amigo.

    Ótima tarde!

    beijooo.

    ResponderExcluir
  15. Um poema muito belo e amoroso.
    É difícil...mas acho que ainda se consegue um amor assim.
    Foto lindíssima (parece... uma aguarela)com dois amores à tona d'água.
    Abraço
    Mer

    ResponderExcluir
  16. Que suave e terno, de verdade. A tua cara. (:

    ResponderExcluir
  17. Lindíssimo poema e motivo pelo qual surgiu...Como sempre, maravilhoso!abração,chica

    ResponderExcluir
  18. É amigo, Seu poema é lindo e reflexivo!
    Aplausos a ti poeta!!!
    Há momentos em que o Amor é torturante...
    Mas creio que tudo um dia passa...
    O certo seria se conseguíssemos trancar
    a porta do nosso coração...
    Obrigada por sua amável visita, seja
    sempre bem vindo!
    Deixo a você um carinhoso e fraterno
    abraço... Paz e luz

    ResponderExcluir
  19. O amor não pode ser unilateral...
    Lindissimo seu poema.
    Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  20. Olá!
    Obriagado por sua visita!
    E creio que existem amores que nos tiram do chão, mas o desenrolar da relção sempre nos faz repousar em um chão quente onde não podemos para quietos e nosso coração salta de agitação...é a vida!
    Bjs querido
    Seguindo

    ResponderExcluir
  21. Singelamente belos os seus versos e genuinamente poética (e bela) a forma como a poesia nasceu, Aluisio!

    Abraços,
    Tânia

    ResponderExcluir
  22. Amei a visita..
    Volte sempre..

    Tua presença é sempre percebida.

    bjum

    ResponderExcluir
  23. Aluísio,

    Que bom!
    que pareceu no
    "som do coração"

    Nas águas do amor
    a poesia faz folia
    no meu coração.

    Beijos

    ResponderExcluir
  24. Um amor que nos tire do chão é bom demais.
    Difícil é ser correspondido.
    Obrigada pelo belo comentário. Bjs Edna Campos.

    ResponderExcluir
  25. Pode parecer muito, mas é o mínimo!
    Por que querer menos que isso?

    Lembrou-me o Moska:
    "(...) e muito pra mim é tão pouco
    e pouco é um pouco demais(...)

    Beleza de poesia, querido!

    Beijos!

    P.S.: Moras em Fortaleza também???

    ResponderExcluir
  26. Nada posso comentar ao ler tanta suavidade e beleza!

    Seu blog me encanta!

    Quanto ao Nunca mais!,muitas vezes não nos prendemos a ele,ele simplesmente se acerca de nós com o correr da vida!

    Um beijo e minha admiração pela ternura de sua alma!

    Sonia Regina.

    ResponderExcluir
  27. Quero um amor para sentir...amor...paz.
    Beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  28. O poema me trouxe a ideia do amor que nos faz fluar, que vem arrebatando de desejo...e o amor que nos dá a serenidade, a cumplicidade, a paz, a troca, o carinho.

    abraço!

    ResponderExcluir
  29. A porta estava aberta
    e esta Portuguesa entrou e gostou

    VOU VOLTAR

    ResponderExcluir
  30. Amor é mesmo isso...aguas suaves e um barco calmamente a navegar, amar combina com paz, equilibrio, pausas pro sentir.

    A paixão não , é maremoto, tempestade... barco instavel... quase a naufragar... hehe

    Bjos menino....e que te seja sempre intenso assim esse teu mar do sentir.

    Erikah

    ResponderExcluir
  31. Olá Aluísio!

    Quem não deseja ter uma base sólida... E se deseja assim é sinal que você é.

    Mesmo que o amor seja um ato de se doar, a gente fica meio que na cobrança por postura igual.

    Ótimo domingo para você amigo.

    ResponderExcluir
  32. Fazer alguém feliz, me deixa feliz.

    ResponderExcluir
  33. Estou num momento diferente:Quero um amor calmo...um amor PAZ.Só isto e está bom demais!Vivo isto...

    beijos no seu coração!

    Bia

    ResponderExcluir
  34. Aluísio é um belo texto e com um lindo conteúdo. Obrigada.

    Beijos e ótima semana.

    ResponderExcluir
  35. Tenha uma linda semana.

    Tomara que essa semana seja
    para você um ínicio de vida
    inteiramente azul...

    Que o mau humor e as coisas
    ruins fiquem bem longe de
    você...

    Que você comemorar cada novo
    dia...

    E aceite cada momento como um
    presente especial da vida para
    você.

    Você possa declarar, demonstrar
    e receber muito amor...

    Que sonhe e voe cada vez mais
    alto, e alcance seus sonhos!

    Que você possa e saiba trabalhar
    e estudar, e fazer tudo com prazer.

    Que saiba descansar, se divertir
    e fazer o que você gosta!

    Seja sempre essa Pessoa Especial
    que é!

    Que você tenha uma Linda Semana!!!

    (texto da net).

    beijooo.

    ResponderExcluir
  36. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  37. O que mais me chamou a atenção foi a seção "A história do texto".

    E este é o principal motivo de os "amores" não vingarem... As pessoas querem ser sempre servidas, querem ser amadas, mas não se preocupam em amar, em se doar para o outro, em contribuir com a felicidade do outro. O sentimento egoísta chama-se paixão. O sentimento altruísta, esse sim, pode gritar em alto e bom som: "EU SOU O AMOR"... Bem curta sua reflexão, porém brilhante!!!

    ResponderExcluir
  38. Oi Aluísio
    Descobri esse seu blog lindo também , só conhecia Coração do Professor.
    Devagar vou descobrindo novos poemas rsrs , ainda nao sei se o blog é diferente do outro, nao importa agora .
    O amor sempre presente nas nossas vidas e sempre queremos que seja pleno.
    Que amemos assim, calmamente.
    Parabéns
    abraços, boa semana

    ResponderExcluir
  39. Que o sussurrar do vento te deixe pleno.

    bjs
    Insana

    ResponderExcluir
  40. todos nós queremos esse amor...
    lindo poema!

    ResponderExcluir
  41. Realmente.

    Seus poemas de amor sempre lindos!

    Grande beijo.

    ResponderExcluir
  42. Oi, amigo querido!
    Obrigada pela preciosa visita! Estava com saudade!
    Lindo poema como sempre!
    Bjs, muitos!

    ResponderExcluir
  43. Aluísio. Lindo poema. Tão suave e romântico... Beijos e obrigada pela visita ao Arca.

    ResponderExcluir
  44. Simplesmente quero um amo, alias O AMOR

    Beijos

    ResponderExcluir
  45. Obrigada por sua visita Aluísio.Seja sempre bem vindo!
    Sábias e lindas palavras.

    ResponderExcluir
  46. Quem não quer alguém pra amar assim ?? Acredito que todos nós. Obrigada pela visita e volte sempre que quiser. Um grande abraçO!!!

    ResponderExcluir
  47. Lindo texto, é um amor assim que todos queremos a certa altura de nossa vida! e como diria meu amado Tom Jobim "é impossível ser feliz sozinho."

    Abraço!

    ResponderExcluir
  48. Sábias palavras meu caro!

    até que ponto vai o nosso amor?
    quem sabe, não é?!


    eu parei de buscar perguntas.
    vou seguindo os caminhos para vê onde paro. fico. ou vou embora.



    beijos e uma semana de paz!

    ResponderExcluir
  49. Oi, Aluísio.

    Vim agradecer a visita e o comentário gentil no meu blogue. Muito obrigada!

    Gostei muito do seu espaço tb, belas poesias!

    Achei interessante essa pergunta: "Até que ponto queremos dedicar nossa vida, para fazer alguém feliz?"

    Eu creio que não há limite. Quando a gente ama de verdade só quer ver o outro bem e feliz. Não importa se isso signifique se anular completamente para o outro estar bem, pq mesmo no maior dos sacrifícios, no final, o amor compensa tudo.

    Estou seguindo o seu blogue.

    Abraços,
    Patrícia Lara

    ResponderExcluir
  50. Ciao Aluisio,
    la tua poesia é piena di dolcezza. Consola l'anima. Vorrei tanto avere anch'io questo sentimento pieno di armonia.
    Ti invio un grande abbraccio

    ResponderExcluir
  51. Pura sabedoria, Amigo. Capacidade de amar não é um dom muito comum, não só agora como sempre. Agora, há agravantes: essa vontade desenfreada de ter sucesso e aparecer, ser incensado. É doce quem pensa no outro tanto quanto em si mesmo.

    Um abraço reconhecido.

    ResponderExcluir
  52. Pois é, acredito que Jesus(falando aqui sem religiosidade barata) veio justamente pregar isso, fazer as pessoas felizes acaba nos deixando também, isso quando não somos usados e abusados, e pra isso a Bíblia nos alerta, não sejamos ingenuos. Legal o poema. Abraço!

    ResponderExcluir
  53. ____________________________________________


    É linda a essência do seu poema! Fiquei a aspirar o perfume...


    Beijos de luz e o meu carinho!!!


    _______________________________________________

    ResponderExcluir
  54. Encontrar o equilibrio entre a paixão e o querer é sempre importante para o verdadeiro amor. parabéns, pelo seu poema filófico caríssimo Aluísio. Abraços Poéticos Piracicbanos
    Ana marly de Oliveira Jacobino

    ResponderExcluir
  55. Obrigada pelo comentário no Blog: JARDIM DAS BORBOLETAS.

    Beijo

    ResponderExcluir
  56. Poeta querido...amei seu poema...lindo demais...estou realmente encantada com seus versos... como te disse, agora estou a seguir este blog aqui...com o meu outro...
    Voltarei....adorei ler seus poemas...
    Valéria (dolcealgodao)

    ResponderExcluir
  57. Meu amigo poeta,
    Escreves de forma intensa palavras tão suaves.
    O poema é belíssimo!
    E refere-se a uma grande verdade. É mais fácil e comum pedir do que ofertar.
    E fica a pergunta: ganhar a felicidade é mais prazeroso do que oferecer a felicidade? Isso é algo totalmente individual, não é mesmo!
    Grato pela visita em meu blog e pelas formosas palavras lá escritas.
    Um grande abraço

    ResponderExcluir
  58. Saber se prender e se soltar, manejos do amor...

    Beijos.

    ResponderExcluir
  59. Amigo, obrigado pela visita, viu?
    Como está minha sonhada Fortaleza? Quem sabe ainda não vá terminar meus dias por aí...
    De preferência com um poema rescitado pelo amigo poeta!
    Mas meu amigo, quero lhe agradecer tão honrosa visita.
    Deixo meu apreço, meu abraço, um beijo em teu coração!

    ResponderExcluir
  60. Oi Aluísio!Como é bom ler versos assim,gostei muito!O amor é sempre inspirador,não?

    ResponderExcluir
  61. "Que abrem rasgões de luar...
    "Fonte, fonte, não me leves,
    "Não me leves para o mar!..."
    As correntezas da vida
    E os restos do meu amor
    Resvalam numa descida
    Como a da fonte e da flor...


    Bom FDS...Beijos perfumados!! M@ria

    ResponderExcluir
  62. "Geralmente desejamos alguém que nos faça feliz,
    mas amor nenhum sobrevive assim."

    concordo com essa parte... triste é ver q geralmente é assim q nascem os amores...

    *transmutação a todos eles!

    abraço grande.

    ResponderExcluir
  63. Aluisio,que encanto de poesia!Um amor assim é mesmo tudo de bom!Adorei te visitar!Abraços,

    ResponderExcluir
  64. Amor...eita palavra que nos comove!
    Que nos tira o ar...fazendo-nos sonhar com o tudo, o q pode nos transformar e encantar.
    É tanto mar calmo de ondas tranquilas, quanto uma tsunami que nos tira o chão.
    E por ele vivemos e nos perdemos nos breves caminhos da vida!
    Obrigada pela gentileza adoravel no seu comentário lá no meu blog!!
    beijo grande!

    ResponderExcluir
  65. O poema é lindo, mas a surpresa vem da explicação. Não sei se écerto dedicarmos nossa vida para fazer feliz outro alguém. Cada um tem seu destino, sua felicidade a ser conquitada. Não sei, acho que devemos fazer o nosso melhor.

    ResponderExcluir
  66. Amor é um eterno aprendizado.
    Ha um conceito que gosto tanto
    diz que o verdadeiro amor
    não se ufana,não ensoberbece,
    não enche de ciumes.
    Diz ainda que o verdadeiro amor
    que o bem do outro.

    E ouvi uma vez algo lindo,
    disseram que quando vemos o amor pela pespectiva acima e o que nos tem amor,
    tambem pensa assim,
    ha então a verdadeira fusão.

    Amar é tão bom quanto ser amado.

    Mas sabe, tud se perde
    quando,
    confundem AMOR COM POSSE.
    na verdade AloÍsio
    Ninguem pe dono de ninguem NUNCA.
    Seus versos são lindos:
    "Quero um amor que me tire do chão,
    Que seja a letra da minha canção."

    Ador aqui.
    Bjins entre sonhos e delírios

    ResponderExcluir
  67. Se o amor for verdadeiro e mútuo, ele se basta e se sustenta, ele doa e recebe na mesma proporção, com a mesma intensidade. Eu acredito nisso.
    Estou te seguindo pois adorei seu blog e seus textos me encantaram. É bom o contato com as poesias e textos de um homem que se expressa, que não tem vergonha de amar, que fala de seus anseios. E o faz de maneira tão bela e envolvente.
    Volte sempre ao meu blog, sim?
    Beijos.

    ResponderExcluir
  68. Aluisio,

    dias de paz que excede a todo entendimento. Vida cantante no embrenho de vale, pois é lugar que se venta, lá se vê as nuances do que o amor é expressão, levando comentários no trilho do silêncio e o melhor do sentir e contemplar o arvoredo no invento dum ballet.

    Ave rara, obrigada pela preciosidade das tuas 'palavras tão inundadas de vida'.

    Abraços.

    Priscila Cáliga

    ResponderExcluir
  69. Meu querido amigo
    Passei para deixar um beijinho.

    Sonhadora

    ResponderExcluir
  70. O amor não pode jamais ser uma coisa unilateral.
    Tão complicado amar!

    Um abraço, meu querido!

    ResponderExcluir
  71. Olá Aluisio!
    Obrigado pela visita, fiquei muito feliz, pois assim tive a oportunidade de conhecer os teus blogs e poder ler o que escreves....tudo tão lindo. Que o Senhor nosso Deus te inspire cada vez mais e também te guarde a cada novo dia.
    Parabéns pelos blogs!!!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  72. Olá Aluisio, vim retribuir tua visita em meu espaço.Parabéns pelo teu.Muito verdadeiros , teus textos.Beijos, te sigo.

    ResponderExcluir
  73. Oi Aluísio! Obrigada pelas belas palavras em meu blog enquanto estive fora! Foi um prazer voltar de viagem e vê-lo por lá!

    O quanto estamos dispostos a nos doar pelo outro? Precisamos aprender que amor é troca. Não podemos, nem devemos, esperar que apenas um lado se encarregue de dirigir o amor até o porto.

    São necessários 2 para atracarem no cais...

    Um beijo carinhoso,

    Deia

    ResponderExcluir
  74. NAS ÁGUAS DO AMOR EXISTE CARINHO,AMIZADE,RESPEITO ,COMPREENSÃO...RECIPROCIDADE...DESEJO,PAIXÃO...QUANDO UM DESTES INGREDIENTES FALHA,COMEÇA A RUPTURA...E A RECONSTRUÇÃO TERÁ DE SER FEITA A DOIS...PORQUE SEM CUMPLICIDADE NÃO HÁ NADA...

    SEJA FELIZ

    ABRAÇO

    ResponderExcluir
  75. um amor conta gotas, onde se faça morada.

    brigada pelo carinho!
    um beijo.

    ResponderExcluir
  76. MUITO OBRIGADO PELO CARINHO, PELA VISITA, PELAS PALAVRAS ESCRITA... O QUE EU POSSO TE DESEJAR É MUITO SUCESSO E MUITA PAZ!!!! ADORO O QUE VOCÊ ESCREVE. ABRAÇOS DE AMIGA VIRTUAL.

    ResponderExcluir
  77. Olá Aluízio, vim te visitar, suas poesias são de muita sensibilidade, gostei muito!
    Obrigada por sua visita em meu blog, gosto de ter poetas sempre por perto, me inspiram e me comovem
    Beijos em teu coração!

    ResponderExcluir
  78. Querido amigo Aluízio
    Estou passando para agradecer a sua visita à minha CASA e respectivo comentário.
    Voltarei quando houver novo post.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  79. Gentil amigo
    Estou em fase de tratamento e mudança de endereço,
    portanto, eis a razão da minha ausência-breve voltarei!!muito obrigada pela visíta e um grande abraço!!

    ResponderExcluir
  80. Eu também quero um amor assim...E vc tá certo nenhum amor sobrevive assim.Quero o amor e quero que ele me queira também, mas se não for, ainda assim eu o amarei rs

    Milhões de beijos

    ResponderExcluir
  81. Obrigado pela sua visita meu querido.
    Já estava com saudades.
    Um beijo grannnnnnnnde.

    ResponderExcluir