sexta-feira, 26 de novembro de 2010


POEMA PARA A TUA AUSÊNCIA
Texto de Aluísio Cavalcante Jr.


O abraço não sentido.

O desejo sufocado.

A emoção contida.

O beijo não provado.

A frase de amor silenciada.

O carinho impossível.

Tudo coube neste momento

Em que busquei a tua presença,

E encontrei tão somente

As minhas mãos vazias.





___________________________________________________





A HISTÓRIA DO TEXTO.





Nada mais intenso do que a ausência de alguém muito amado.

Saudade é assim.

Faz a ausência doer mais.

Faz idealizar histórias que poderiam

ser vividas, escritas e eternizadas.

Para mim é uma espécie de encontro com o impossível.










56 comentários:

  1. Saudade dói demais...aperta o coração literalmente!

    Belo texto!
    Bjs

    Mila

    ResponderExcluir
  2. Saudade é uma dor quase paupável, ainda mais saudade do que não aconteceu mas estava nos planos.

    Texto lindo.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Nossa! Nem fale... saudade... saudade....
    Ando tendo saudade do presente que logo será um passado tão distante...
    Beijos,
    Lu

    ResponderExcluir
  4. Ah é tão dificil conviver com a presença de uma ausência , nossa.....
    Boa sexta querido, beijos.

    ResponderExcluir
  5. Aluísio, amigo-poeta, amado!
    Mais uma vez escreveu o que com palavras não tenho...para essa saudade de uma ausência que se faz presente no "impossível" do encontro. Hoje, especialmente hoje, seria o aniversário de minha mãe...então já viu, né? Há um ano ela foi para o encontro daquele amor que um dia foi possível!
    Beijuuss iluminados n.c.

    www.toforatodentro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Aluisio, eu bem poderia ter escrito este poema.

    Mas não é uma pessoa amada, foi uma pessoa que senti um carinho intenso, imenso, e os olhos se olharam como muito não sentia, e as maõs se tocaram e o corpo todo sentiu, e na hora da despedida, um abraço caloroso, e os lábios quase se tocaram. E carrego este beijo não dado. E fico com as mãos querendo sentir as mãos, e meus braços querendo sentir de novo o abraço....e foi assim, sufoquei um desejo...

    E o pior que acho é que não é um sentimento fácil de acontecer...é quase como um eclipse total do sol.

    Já escrevi algo, mas não postei ainda.

    Me identifiquei com o sentimento que o poema traz.

    abraço.

    ResponderExcluir
  8. Aluisio,sempre um verso encantador!Saudade e muito amor nessa poesia!Abraços,

    ResponderExcluir
  9. Aluisio meu querido poeta...que divinos seus versos... voce definiu com exatidão o que se sente quando tudo o que nós resta é a saudade...

    Tenha um ótimo final de semana...beijos
    Valéria

    ResponderExcluir
  10. tudo o que se torna intocável, passa a viver mais intensamente nas memórias
    beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Não tem como não dizer, que cada linha escrita, é o meu proprio padecer diante da dor que sinto, por uma ausência querida...

    Feliz fim de semana Aluisio.

    Belo o teu poema


    Bjs

    Livinha

    ResponderExcluir
  12. Com certeza!
    Esse poema me tocou a alma.
    Lindo d+.

    Abraço e obrigada por sua visita.
    Fernanda.

    ResponderExcluir
  13. Aluísio

    Não sei se o que vou dizer agora é muita pretensão, mas sabe quando a gente lê um poema que se parece tanto com o nosso jeito de escrever que acabamos pensando assim: "nossa, parece que foi escrito por mim..."?

    Tomamos o poema e colocamos nele o nosso sentimento, a nossa saudade que é sempre diferente de cada um que lê...

    Eu nunca perdi alguém próximo... Sei que se isso tivesse acontecido comigo, o sentimento seria como esse que postou aqui... Uma ausência que doi, mas faz com que entremos em contato com o impossível.

    Hoje o meu impossível também doi, então os meus versos me confortam...

    Obrigada pela visita.

    Um grande beijo!

    Chris Amag

    ResponderExcluir
  14. Não saberia escrever esse poema...sei o seu significado; na minha vida também há ausências; doem...não muito, porque ainda não são difinitivas; mesmo assim são doídas...sentidas; a saudade vem...o nosso olhar fica parado num qualquer ponto... imagens aparecem na nossa mente, umas bem nítidas...outras um pouco desfocadas; sorrimos...uma lagrimazita cai; de repente acordamos dessa viagem ao passado...a saudade veio...a saudade vai. Hoje num mail com um texto lindo vinha uma definição de saudade..." saudade é o amor que fica...". Quem disse isso foi uma criança que acabou por morrer depois de um longo sofrimento; a sua mãe iria ficar com saudade que , segundo a criança, " é o amor que fica " Achei linda a definição. Gostei e voltarei! A ausência não será grande. Um bom fim de semana
    Emília

    ResponderExcluir
  15. Meu querido amigo

    Como este poema falo com a minha alma e o meu sentir.

    A frase de amor silenciada.
    O carinho impossível.
    Tudo coube neste momento
    Em que busquei a tua presença,
    E encontrei tão somente
    As minhas mãos vazias.

    Simplesmente maravilhoso e sentido.

    Deixo um beijinho de carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  16. Aluísio. Belíssimo poema. Quando a saudade aparece, dá um nó na garganta, uma dor no peito... sufoca. Saudade são águas passadas que se acumulam em nossos corações, inundam nossos pensamentos, transbordam por nossos olhos, deslizam em gotículas de lembranças que por fim, morrem na realidade de nossos lábios. Grande abraço, amigo e bom final de semana.

    ResponderExcluir
  17. Busquei-te no horizonte
    Foste embora no vento
    Agora a olhar pró monte
    Só vejo secura na fonte
    Que lavou o meu tormento.

    Ausência, a solidão do sentir. Adorei meu amigo. Beijos com carinho

    ResponderExcluir
  18. A ausência doi.Sei bem disto...

    Abraços!

    ResponderExcluir
  19. A ausência sempre deixa o coração triste e dolorido.

    Belas palavras.

    Obrigada pelo comentário de amizade em meu blog.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  20. A sensibilidde destas palavras, arrepiam a pel e fica tatuada no coração, coisa mais linda, este rocar fuguirinha de sabedoria né amigo!!Aha gostaria de convida-lo a conhecer o Japão cultura, lá falo muito sobre hist´ria do Japão, eu espero que goste acabei de fazer o blog. Bom , tenha uma semana fantástica
    com carinho
    Hana

    ResponderExcluir
  21. os beijos nao dados
    os abraços esperados
    o amor tao desejado...

    Lindo poema.

    bjs
    Insana

    ResponderExcluir
  22. Aluisio, muito bom o poema, só quem anda com uma ausência, sabe o que isso significa!

    beijos poeta!

    ResponderExcluir
  23. "A saudade é o pior tormento
    É pior do que o esquecimento
    É pior do que se entrevar". Tem coisa poir na vida, meu querido, do que essa combinação? TEM, E É A SAUDADE.

    Com saudades, BeijUivooooooooosssssssssss

    ResponderExcluir
  24. Linda poesia .

    Saudade só sabe quem sente .
    Algumas se eternizam ...


    Bjo.

    ResponderExcluir
  25. Assim é, meu amigo: a saudade nos faz sentir vazios... mas evoca, também, as mais belas lembranças. :) Boa semana, meu abraço.

    ResponderExcluir
  26. Pois é meu querido amigo essa saudade que se faz dor, nos traz pra bem pertinho a presença do amor...
    Apesar do tom nostálgico, o poema é doce e lindo!
    Boa semana! Beijos

    ResponderExcluir
  27. Que coisa mais bonita amigo...saudade, talvez por isso essa palavra seja uma coisa tão brasileira, cheia de tantos sentimentos...
    Parabéns...um abraço na alma

    ResponderExcluir
  28. São nesses momentos que rebusco no coração a intenssidade do amor, e dou asas à imaginação pra poder sobreviver a uma saudade que pra mim será eterna... Amigo, seu poema tocou-me a alma... Muito lindo e verdadeiro!!! Deixo carinhos a ti... Bjsss

    ResponderExcluir
  29. Oi Aluisio
    Sempre vejo voce no Blog do Professor , hoje achei aqui o poeta maior , o estilo amoroso, gentil , só coração.
    Lindo ,vou levando comigo.
    se deixares vou publicar no meu espaço onde o que me toca divido com os amigos.
    parabéns ,
    abraços

    ResponderExcluir
  30. Querido Aluisio,

    A ausência é, de fato, muito dolorosa. Ela deixa diante dos nossos olhos, o vazio da presença de quem tanto amamos.

    Beijos, meu querido amigo!
    Inês

    ResponderExcluir
  31. Que lindo Aluisio, em tão poucas palavras
    descrevestes de maneira tão real o que é SAUDADE.
    Parabéns pela facilidade de expressão e exteriorização de sentimentos. tenhas uma excelente e luminosa noite.Beijo grande.

    ResponderExcluir
  32. Olá, Aluísio!
    Estava com saudades de ler os seus versos lindos!

    E sim!
    Saudade é bichinho malvado que faz doer o coração da gente, faz a gente querer muito mais que o impossível e, talvez por isso, saiam versos assim tão lindos, tão sentidos.

    Parabéns pelo poema... é maravilhoso!
    Beijinho :)

    ResponderExcluir
  33. Ausências, pedaços de nós "desbrotados".

    Beijo, amigo.

    ResponderExcluir
  34. Tanta coisa que cabe nas mãos vazias de quem ama.
    Lindo poema.
    beijos

    ResponderExcluir
  35. Nas mãos de um poeta cabe o mundo...
    Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  36. Olá, querido amigo! Fiz muitos poemas com o tema "AUSÊNCIA", pois senti na carne a dor dilacerante de não estar perto de quem se ama.

    Quando bate a melancolia
    e o frio me rouba toda a paz
    sinto necessidade do teu abraço.
    Quando os pesadelos atormentam
    e não consigo dormir
    é da tua voz calma que sinto falta.
    E quando saio,
    numa tarde azul de domingo
    é a tua ausência que me deixa triste...
    é não saber como seria a vida com você.
    E é nesse instante belo
    que me perco, me cego...
    E diante dessa paisagem
    a um adeus me entrego...

    eu só queria ser criança outra vez..


    Tenha um lindo dia! Obrigada pelas palavras doces que deixaste no meu blog.

    abraços

    ResponderExcluir
  37. Vamos comemorarmos juntos na Interação de amigos a festa de aniver de uma grande amiga??
    Vou te esperar por lá.
    Venha brindar, brincar com mais uma amigo na Interação.
    é muito bom poder compartilhar com os amigos do coração uma festa entre amigos.
    Seja bem vinda.
    A Interação de amigos agradece a sua companhia.
    VAMOS BRINDAR!!!
    Carinhosamente,
    Sandra

    ResponderExcluir
  38. Apenas lembrar, sem sentir saudade, seria tão mais fácil, não é mesmo?
    Obrigada por seu comentário.
    Abraços
    Glória

    ResponderExcluir
  39. Amigo querido,

    Que coincidência! Cheguei aqui e me deparei com este belíssimo poema, que retrata a tão dolorosa saudade!


    Aii ... hoje me sinto sufocada, sufocada por uma saudade impossível de ser matada!

    Sinto saudadess...de alguém que se foi e me deu a certeza, por todas as atitudes, que jamais voltaria para mim.

    Hoje me sinto impossibilitada de matar esta saudade...e sinto mais saudades desta pessoa, de olhar mais uma vez nos olhos dela..e dizer o quanto a amoooO..mas não posso. E o que resta fazer?! Apenas encho sem querer, os meus olhos com tão transparentes lágrimas de tristeza!

    Beijos...você me emocionou amigo.

    ResponderExcluir
  40. Aluízio,

    A saudade quando vem, vem sem dó.
    Seu poema ficou lindo.

    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  41. A saudade faz com que a pessoa em questão esteja ainda mais próxima da gente, pois esta constantemente, em nossos pensamentos.maravilha de texto, um poema encantador, pois nasce de um ser maravilhoso.
    Com carinho Hana

    ResponderExcluir
  42. Senti um aperto no coração ao ler este poema.
    Extraordinario, parabéns.

    Beijinho*

    ResponderExcluir
  43. À ausencia corta feito navalha,eu sei muito bem como é isso. Vc conseguiu tratar do tema com uma belezura sem fim.
    Parabéns.
    Beijos poeta.

    ResponderExcluir
  44. Lindo, não fosse a ausência, seria belo demais. Beijos

    ResponderExcluir
  45. *---*

    Gosta de ler?
    www.biiansouza.blogspot.com

    Sua opinião e sugestões são muito importantes.

    Desde já agradeço.

    ResponderExcluir
  46. Meu amigo!

    "Só uma coisa me entistece
    o beijo de amor que não provei,
    a jura secreta que não fiz,
    a briga de amor que não causei..."

    (Sueli Costa e Abel Silva)

    Linda saudade e linda imagem!

    Um beijo carinhoso!

    Sonia Regina.

    ResponderExcluir
  47. A ausência da pessoa amada tem um peso gigantesco, torna o ar sufocante, tudo que enxergamos fica turvo e embaçado. Mas há no meio de tudo isso lugar para a beleza, a poesia que nasce de uma saudade.
    Perfeito!
    Acompanho-te apartar de agora.
    Ótima semana pra ti.

    ResponderExcluir
  48. Às vezes ficam tantos desejos nas entrelinhas...
    Desejos não realizados...
    Na ausência sentimos mais ainda o impacto da falta...
    Saudade, essa dor que machuca, mas ela também nos mostra o quanto foi bom o que vivemos...

    Meu amigo,
    Lindíssimas palavras!
    Poema muito meigo e intenso.
    Adorei!

    Uma linda semana para ti.
    Felicidades mil...
    Bjos!

    ResponderExcluir
  49. Quem já não passou por um momento desses? Dói mesmo, e muito.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  50. Querido amigo; saudade é um vazio que não tem jeito. É não saber... Lindo poema!
    Boa semana! Beijos

    ResponderExcluir
  51. Un poema bello, un gusto pasar a leerte.
    que tengas una feliz semana.
    un abrazo.

    ResponderExcluir
  52. Olá!
    Que belo poema...muito belo.
    A saudade dói mesmo.
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  53. Passei para deixar meu carinho e para reler claro. Beijos com carinho

    ResponderExcluir
  54. Seja bem vindo em 2011 meu querido.
    Beijokas millllllllllllllllllll.

    ResponderExcluir
  55. NUNCA LI ALGO QUE DEFINISSE TÃO BEM A AUSÊNCIA,A SAUDADE E A FALTA DE ALGUEM QUERIDO,PARABENS POETA SÓ QUANDO SENTIMOS PASSAMOS SENTIMENTOS.BJSS VALÉRIA.

    ResponderExcluir