sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013



VOCÊ

Texto de Aluísio Cavalcante Jr.



O tempo passa.

O sonho passa.

O momento passa.

Tudo passa neste mundo tão passageiro.

Pouco a pouco

Os instantes vão passando.

Vão-se os instantes mais belos.

Vão-se os instantes julgados eternos.

Mas quis o destino

Que eu encontrasse você.

Você não passa, você fica.

Você traz até mim momentos lindos.

Você me apaixona.

Você me encanta.

Você me enamora.

Por isso você está em mim.

Como um amor eterno.

Como uma estrela no céu.

Como uma lua na noite.

Você não passa, você fica.

E a cada momento a sua presença

Retorna à minha mente,

Fazendo voltar à minha lembrança,

A nossa inesquecível 

História de amor.








_________________________________________








A HISTÓRIA DO TEXTO



 



Escrevi este texto a muitos anos.

Neste período de vida existia em mim uma certeza:

amores são eternos.

Vivem para sempre em nossos corações.

Passados tantos anos,

continuo ainda a acreditar nesta certeza:

amores são eternos.

Nunca terminam.

As vezes sobrevivem em nós de formas diferentes.

Transformam-se em saudades, mas não deixam de ser amor.








66 comentários:

  1. Me ha gustado mucho , me quedo con estos versos:

    "Tú me amas.

    Me encanta.

    Usted me enamoró.

    Así que ustedes están en mí."

    un abrazo

    fus

    ResponderExcluir
  2. Olá amigo Aluízio, belíssimo, fascinante poema! Fez-me lembrar uma passagem bíblica em que Jesus diz “O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão-de passar”. Elas vão permanecer para sempre. Assim o amor lindíssimo que aqui poetisa ficará para sempre no seu coração e se eternizará. Muito lindo. Beijinhos e grata pelo seu carinho lá no meu cantinho. Ailime

    ResponderExcluir
  3. Bonito poema, bonito sentimento. E gostei muito da explicação do texto.
    abraço

    ResponderExcluir
  4. Todo o amor permanece como sendo parte de um todo, o nosso.
    Muito belo!
    Deixo um beijo
    Sónia

    ResponderExcluir
  5. O AMOR tem formas infinitas. Muitas vezes passam-nos ao lado, outras vezes reconhecêmo-las perfeitamente. E a SAUDADE sim... é também amor.

    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Um poema de amor...
    quando se acredita no amor eterno, só pode ser lindo...
    quando sentido no peito, é magnífico! abraço amigo aluisio.

    ResponderExcluir
  7. "A vida vem em ondas como o mar..." já disse Lulu Santos. Ainda bem que é "num indo e vindo infinito..."

    Beijos e flores.

    ResponderExcluir
  8. Lindo demais,Aluísio!

    Amor é sempre amor,quer na vida real ou em nossas recordações.

    Também creio no amor eterno.

    Sigo vc no terceiro blog seu!

    Espero que me siga no meu único blogspot.

    Desculpe se escrevi seu nome como Aloisio.

    Não sei ao certo se é com a letra u ou o.

    Esclareça-me,ok:?



    Beijokas com admiração


    Donetzka

    ResponderExcluir
  9. Momento de grande ternura.
    Entrega plena com sentimento de liberdade.
    Todos precisamos de momentos destes na nossa vida e que sejam cada vez mais constantes.

    ResponderExcluir
  10. Esse sentimento tão belo e as vezes tão cruel que nos torna viajantes em nossa imaginação, pode também nos tornar mais adulto em alguma fase da vida.
    Podemos levar anos e quando de repente estamos com alguém que pode nos transformar em seres reais, com um amor real, não o carnal mas o de reconhecer que somos capazes de Amar sem interesse.
    Belo poema, parabéns por me fazer relembrar de algum tempo em minha vida...
    Te espero no Perseverança, abraço fraterno
    Nicinha

    ResponderExcluir
  11. Realmente meu querido Aluísio, sem amor o mundo não seria... Nunca o vi seco ou mortal. Necessito dele como do ar que respiro... Doce beijo!

    ResponderExcluir
  12. O amor ilusão se perde. O amor verdade permanece, mesmo na ausência. Muito belo seu poema. Abraços!

    ResponderExcluir
  13. Tão lindo, Aluísio, lindo mesmo!

    Abraço grande.

    ResponderExcluir
  14. Olá, Aluísio! Li e enchi-me de encanto. Ternura. Certeza. Porque sou da mesma opinião. Amores são...Para SEMPRE! Nunca terminam apenas se vão sentindo de forma diferente. Adorei fiquei absorta em maravilha. E quero também agradecer-lhe a visita ao meu blog e o carinho das suas lindas palavras. Deixo um beijo. Muito obrigado.

    ResponderExcluir
  15. Tudo passa realmente nesta vida, só o amor é eterno enquanto dura.....
    Muito bonito, amei!!!
    beijo

    ResponderExcluir
  16. Gostei especialmente deste poema, grande abraço!

    ResponderExcluir
  17. Um brinde aos amores eternos, que passam e nos deixam sempre a certeza de que tudo vale á pena.
    Bom fim de semana Aluísio, abraços!

    ResponderExcluir
  18. Aluizio você me fez chorar.

    Tão encantadora são as tuas palavras e o mais belo nisso, elas não se desgastam com o tempo, ainda hoje cabem perfeitamente no sentimento que nos faz sentir.
    Eu também acredito na eternidade do amor, seja como for...

    www.reticenciando.com

    Milhões de beijos

    ResponderExcluir
  19. É meu amigo querido, tb sinto como você! Eternidade é o lugar reservado para o AMOR.
    Beijuuss

    ResponderExcluir
  20. que lindo... estava com saudades dos seus poemas...
    estou de volta.
    beijos

    ResponderExcluir
  21. Amores verdadeiros sao eternos... mas... sao muito raros... vivemos em um tempo de escassez... inclusive e principalmete do amor...
    Um texto romantico... gostoso de se ler e sonhar que realmente poderia ser assim...

    ResponderExcluir
  22. Olá, amigo!

    Que lindeza de poema!!!
    Suas inspirações são maravilhosas.
    Vim buscar um pouco... rsrs... pra levar!

    Beijos e o meu carinho pra ti.

    ResponderExcluir
  23. É verdade, se esqueceu, pq não era amor.
    Adorei o texto!
    bom fim de semana.
    Abs. Fica com Deus

    ResponderExcluir
  24. Sim, os amores são eternos.
    Se até a vida é eterna,
    como os amores não seriam?
    ... e tudo vira poesia...

    ResponderExcluir
  25. Aluizio,
    Belíssimos seu texto.
    O amor não pode morrer porque se morrer não era amor.

    Depois de um tempinho ausente do blog estou de volta.Já tem postagem nova.
    Deixo um grande abraço!
    Ótima semana!

    Refletindo com a Smareis---Clique Aqui----


    ResponderExcluir
  26. Mais que belo texto! emocionei-me! É tudo verdade!

    ResponderExcluir
  27. Alulis que texto lindoo! haha de onde tu tira estas coisas?? perfeito demaaais! Tâmara

    ResponderExcluir
  28. Lindo Lulu.... Bjs de sua melhor aluna... Bárbara Ponte

    ResponderExcluir
  29. Aluísio, bonito texto! muito emocionante! Adorei! Mariana lessa

    ResponderExcluir
  30. Lindo texto, emocionante! IF 2º A

    ResponderExcluir
  31. Muito comovente esse texto, pois todos nós em uma certa fase da nossa vida achamos que os nossos amores ou até mesmo paixões serão para sempre, e as vezes realmente são!
    Lívia G.

    ResponderExcluir
  32. Texto bem interessante, que fala de verdades e sentimentos! Me identifiquei bastante, concordo plenamente com a afirmação da "A história do texto" que fala que amores são eternos...
    Chandon

    ResponderExcluir
  33. Otimo trabalho Aluísio, continue escrevendo textos assim!
    Emociona qualquer um que ler
    Rafael Costa 2ºC

    ResponderExcluir
  34. belo texto, muito tocante... concordo com meu amigo chandon em suas glamorosas palavras
    Artur

    ResponderExcluir
  35. Texto realmente muito tocante..Adorei esse texto ficamos todos emocionados com essas palavras anexas!!!
    Com amor CABERNET SAUVIGNON

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tem que ser o joao pedro mesmo

      Excluir
  36. Muito bom. Me tocou bastante, e creio que essa seja a realidade..
    Carniça

    ResponderExcluir
  37. Temos que aproveitar as coisas boas e as pessoas boas que temos na vida, pois ela é muito curta.

    André Borges 2ºD

    ResponderExcluir
  38. Que texto maravilhoso! tocou bem no fundo do meu coração, quero mais textos como esse!

    Juliette Binoche

    ResponderExcluir
  39. Lindas palavras!As coisas e as pessoas que amamos são realmente para toda a vida.

    Daniel Rodrigues 2º D

    ResponderExcluir
  40. Você é sensível e coerente, tanto em seus espaços quanto nos comentários que nos deixa. Obrigada! Abraços!

    ResponderExcluir
  41. É verdade, sim, meu querido amigo Aluisio, os amores, quando verdadeiros, são eternos - atravessam a grande viagem e continuam vivos nos nossos corações.
    Adorável, o seu poema.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  42. Sim é verdade, é isso que eu sinto também. Lindas palavras!
    Bjs

    ResponderExcluir
  43. Também acredito na eternidade do amor. Lindo aqui! abração,mchica

    ResponderExcluir
  44. Aluisio amigo,

    De fato tudo passa,
    as vezes devagarinho,
    outras vezes ligeiro demais.
    O que é bom passa voando
    fica num tempo que não volta mais
    mas das tristezas, que pena
    fica no ar pintada cena, que a gente
    não esquece chorando até adormecer,
    seguida de uma prece...

    Voltando de uma paragem
    cujo tempo passou sem que eu
    me desse conta.
    Era chuva sem estiagem,
    era eu tonta, tonta...

    Lindo poema como sempre

    Abraços

    Livinha

    ResponderExcluir

  45. Olá Aluísio,

    Também acredito que é bem assim. Tudo passa, menos um amor verdadeiro, que permanece para sempre tatuado em nossa memória ou coração.

    Lindo o poema.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  46. Muito bonitos o blog e os poemas, às vezes realmente nós não damos o valor que as pessoas fundamentais em nossas vida merecem e só percebemos o quão importante elas eram quando não estão mais conosco. Parabéns pelo blog Aluísio.

    Antônio Neves

    ResponderExcluir
  47. Amei o texto! Mostra uma ligação entre o amor e o tempo muito interessante!

    L.A 2ªA

    ResponderExcluir
  48. Adorei a forma que foi escrito, demonstra que com as palavras podemos despertar sentimentos maravilhosos!

    LM 2a

    ResponderExcluir
  49. Achei o texto maravilhoso, continue sempre com esse blog! Sucesso

    I.U 2ªA

    ResponderExcluir
  50. Muito inspirador o texto,já que mostra como a vida é passageira e devemos aproveitar as pequenas coisas ao máximo,como também as pessoas.Porém, o que acontece muitas vezes é que percebemos o valor de tudo muito tarde e acabamos por não aproveitar a vida ao máximo.
    Gabriel Monteiro Feitosa

    ResponderExcluir
  51. Eu comecei a conhecer seus poemas a partir das frases que você colocava no final das provas de química. As frases eram realmente inspiradoras. E quando eu soube do seu blog, eu achei a ideia muito interessante. Continue assim.

    Antenor Leal

    ResponderExcluir
  52. É um blog muito inspirador, visto que trata dos nossos fatos cotidianos ,com palavras bonitas e expressivas. Obrigado por proporcionar esses textos
    para nós alunos.
    Gabriel Oliveira Teófilo

    ResponderExcluir
  53. Aluísio gostei muito do seu estilo de blog,muito bem feito e elaborado,com frases muito bonitas e todas incentivadoras,ele fala de como é preciso aproveitarmos a vida e procurar o essencial na mesma!
    Lucas Neves

    ResponderExcluir
  54. Que bom que são eternos quando muito especiais.
    A beleza de um relacionamento constrói pontes, emociona, faz tudo ser mais simples e belo.

    Bjs

    ResponderExcluir
  55. Esse seu texto traz bem a sutileza que é a passagem do tempo, e o quanto certas pessoas passam a ser importantes na sua vida com o passar do tempo...
    Davi Barreto 1B

    ResponderExcluir
  56. Adorei a forma como você se expressa com as palavras, realmente muito bonito. Continue mexendo com as pessoas! - Carolina Feijó. 2°B

    ResponderExcluir
  57. Existe uma autenticidade imensa na maneira em que consegue escrever seus textos!
    Larissa Massari 2B

    ResponderExcluir
  58. Olá Aluísio,

    Também acredito que é bem assim. Tudo passa, menos um amor verdadeiro, que permanece para sempre tatuado em nossa memória ou coração.

    Lindo o poema.

    Abraço. nathalia rodrigues

    ResponderExcluir
  59. Concordo com a maneira de como enfatizou a importancia de momentos que mesmo com o passar do tempo,nunca são esquecidos.
    Continue assim.
    Lara Lima 2b

    ResponderExcluir
  60. É especial este poema!
    Há histórias difíceis de esquecer...

    ResponderExcluir