domingo, 6 de setembro de 2009


A VIDA SERÁ VIDA EM MIM
Texto de Aluísio Cavalcante Jr.


Vejo-te.
Como é linda a tua vida.
Como são lindas as vidas
Que florescem em tua vida.

Ouço-te.
Quantas palavras só existem,
E quantas outras palavras só existirão,
Se nascidas de ti.

Sonhas.
Quantos sonhos nascem,
E quantos outros sonhos só poderão nascer,
Se inspirados por ti.

Sorris.
Como são belos os teus sorrisos,
E como são belos os sorrisos inspirados
Pelos teus sorrisos.

Mas tudo isso só é possível,
Porque alguém que acreditando no amor,
Permitiu que por meio de sua vida,
A vida se fizesse vida,
E que este amor se fizesse pleno,
E se tornasse real através de ti.

É esta vida e este amor
Que crescerão em ti.
Que permitirão que muitas outras vidas,
Palavras, sonhos e sorrisos,
Continuem a nascer
A cada dia, hora, minuto e segundo,
Em cada lugar do mundo.
Permitir o nascimento de outras vidas
É uma doação e um presente.
É a certeza de que o amor sempre vencerá.

Por isso sigamos juntos,
Ao lado dos que defendem a vida.
Ao lado dos que inspiram a esperança do afeto.
Ao lado dos que ensinam a essência que nos faz humanos.
Ao lado dos que semeiam vida com as suas vidas.




_________________________________________________



A HISTÓRIA DO TEXTO


Ser pai ou mãe é uma dádiva.
Impedir que uma vida venha ao mundo, é tirar do humano a sua essência.
Este texto é dedicado a todos os que acreditam ser a vida o maior
presente que recebemos para cuidar.

Este texto tem sido usado por um jovem professor de
nome Bonifácio, em suas aulas,
aulas estas que falam de um mundo
onde a vida é o bem maior.
Para mim é motivo de alegria conhecê-lo,
e um presente da vida desfrutar da sua amizade.

5 comentários:

  1. Ótima escolha...viu. Belo texto.


    abraços

    Hugo

    ResponderExcluir
  2. Fernanda Fernandes9 de setembro de 2009 20:44

    Nossa, que texto liiindoo! Cada vez mais me encanto com suas belas palavras. Te admiro muito luluu! Beijo

    ResponderExcluir
  3. O divino mistério da humanidde é a semente de vida que somos capazes de gerar. A magia do sentimento que une o criador à criatura é imensurável. Mas é preciso querer, desejar sentir a vida, a alegria da renovação, da continuidade histórico e divina do homem. Do cotrário a vida passará por nós e nada sentiremos de verdadeiro, nada edificamos e a semente se tornará infertil. Hoje sentir-se pai é uma dadiva, pois o dicurso da acomodação esta deslocando o poder da paternidade e da maternidade para a liberdade. Uma pena para o homem, pois não há sentimento mais maravilhoso, intenso e verdadeiro como da MATERNIDADE!!! Vivam, ousem quebrar a falacia neoliberal e tenha um filho, saiba e sinta na pele o arrepio de amor que você vai sentir em todos os dias de sua vida!

    ResponderExcluir
  4. Oi Aluisio, só hoje pude vir agradecer seu carinho lá no meu Solidão de Alma. Te deixo um beijo repleto de carinho e meus parabéns pelo lindo blog e pelo texto sensível e delicado feito alma de poeta.

    ResponderExcluir
  5. Caro amigo
    Que alegria poder, de alguma forma, fazer parte da vida de suas lindas composições! Você tem a capacidade de nos revelar um mundo novo, mais bonito, mais colorido! É como colocar um óculos em 3D e enxergar a vida com maior nitidez! Obrigado por essa lição! Agradeço a Deus pelo Dom da sua vida e pelos dons, que em sua vida vão redescobrindo o essencial!
    Deus te abençoe!!!
    Bonifácio

    ResponderExcluir